Quanto custa viajar para Foz do Iguaçu? Confira Preços e Estimativas de Custos

Por conta de sua imensa biodiversidade e beleza natural, a cidade de Foz do Iguaçu se tornou um dos destinos mais cobiçados entre os brasileiros. Mas, você sabe quanto custa viajar para Foz do Iguaçu?

Com pontos turísticos que vão desde as Cataratas do Iguaçu até a Usina Hidrelétrica de Itaipu, todos os anos, milhares e milhares de pessoas visitam a cidade.

Mesmo assim, muita gente tem a ideia de que essa é uma viagem cara. Mas, será que é isso mesmo?

Neste texto, vou fazer uma análise completa sobre os valores que envolvem uma ida a Foz do Iguaçu.

Dessa maneira, você poderá se planejar para que a viagem caiba no seu bolso!

Quanto custa viajar para Foz do Iguaçu?

A fim de te dar uma visão mais concreta de todos os preços que envolvem sua viagem, separei este post em alguns tópicos.

Dessa maneira, poderemos cobrir todas as etapas que compõem o planejamento de um roteiro – desde a passagem aérea até a estadia.

Pronto? Então, vamos lá!

Qual é a melhor época para viajar para Foz do Iguaçu?

Foz do Iguaçu é um destino que vale a pena ser conhecido em qualquer época do ano.

Seja no inverno ou no verão, a cada estação a cidade tem um charme especial.

A alta temporada na região vai de dezembro a fevereiro e julho a agosto, no período das férias escolares. Esta é a época do ano em que tanto as passagens quanto as hospedagens estarão mais caras.

Feriados também costumam encarecer bastante os preços de uma viagem para Foz.

Se optar por ir para a cidade no verão, fique atento, pois este é o período que mais chove na cidade. Em contrapartida, entre junho e agosto há a menor ocorrência de chuvas em Foz.

Quanto é uma passagem para Foz do Iguaçu?

Os preços de passagem para Foz do Iguaçu dependem muito de duas coisas: sua cidade de saída e o meio de transporte escolhido.

Para ilustrar este texto, tomarei como exemplo um voo da capital paulista até Foz do Iguaçu.

Com média de 1h40, o trajeto não sai por menos de R$500.

Já uma passagem de ônibus também saindo de São Paulo até Foz do Iguaçu custa entre R$100 e R$350, dependendo da companhia. Entretanto, fazer o trajeto por meio terrestre leva cerca de 16 horas no total.

Uma boa dica para economizar na passagem é planejar sua viagem com antecedência. O ideal é comprar a sua passagem com pelo menos 1 mês de antecedência.

Preste atenção no preço da bagagem

Caso você opte por ir de avião até Foz do Iguaçu, preste atenção nas regras de cada companhia aérea, principalmente em relação à bagagem.

Por favor, não se esqueça de olhar se a sua tarifa permite o despacho de apenas uma mala de mão, ou se também dá direito a mala no bagageiro. Assim, você se livrará de gastos de última hora.

Fazendo as malas

É sempre bom fazer um checklist antes de despachar as suas malas.

Preste atenção se está levando todos os itens que precisa para não ter gastos desnecessários na sua viagem.

Além de roupas confortáveis e um bom tênis, não esqueça de levar uma boa capa de chuva, protetor solar e repelente de mosquito.

Ah, também não custa nada colocar na sua mala versões miniatura de itens como creme dental, escova de dente, shampoo e condicionador. Assim, você não será pego desprevenido!

Hospedagem em Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu é uma cidade com capacidade para receber turistas com os mais diversos tipos de orçamentos.

Desde hospedagens mais chiques até hostels, qualquer um que se planejar bem pode se hospedar na cidade.

O preço da diária para um quarto de casal em hotel 3 estrelas na região varia de R$170 a R$300 reais. Já quem viaja sozinho gastará em torno de R$150 em uma diária em um quarto privado.

Além disso, vale lembrar que é possível se hospedar em hostels com quarto compartilhado, o que diminui bastante o preço da estadia. Outra opção é alugar casas para temporada.

Turismo local

Quem vai para Foz do Iguaçu quer, naturalmente, conhecer um pouco da biodiversidade local.

Por sorte, é possível encontrar atrações pagas e de graça na região.

Veja a lista completa com os valores de cada uma delas!

Parque Nacional do Iguaçu

O Parque Nacional do Iguaçu é onde fica o ponto turístico mais famoso de Foz: as Cataratas do Iguaçu.

O local, considerado uma das maravilhas do mundo pela UNESCO, é o mais visitado de Foz do Iguaçu.

Além disso, é possível se fazer trilhas e várias outras atividades no local, que vão desde esportes radicais até relaxamentos e meditações.

O ingresso para o parque, para brasileiros, custa R$34.

Quanto custa ir para as Cataratas do Iguaçu?

Há uma vasta gama de opções para quem quer visitar as Cataratas do Iguaçu, que vão desde observá-las de longe pelos mirantes até chegar muito perto, e até mesmo por baixo, de algumas de suas quedas d’água.

Veja duas opções de passeios abaixo.

Macuco Safari

O Macuco Safari é o passeio mais tradicional para se fazer dentro do parque nacional. De barco, os navegantes podem chegar pertinho das quedas d’águas das cataratas, que variam de 40 até 83 metros.

O passeio dura cerca de 7 horas e quem quer fazê-lo deve desembolsar cerca de R$450 por pessoa, fora o ingresso para entrar no parque.

Passeio de helicóptero pelas Cataratas

Uma opção para se ter uma vista panorâmica das Cataratas de Foz do Iguaçu é fazer um passeio de helicóptero pela região.

Mas, atenção: vá fazer o passeio tendo consciência de que ele tem um preço bem salgado.

Uma viagem de 10 minutos não sai por menos de R$500.

Parque das Aves

O Parque das Aves é outro destino super procurado em Foz do Iguaçu.

O local é casa de 1.500 animais de mais de 140 espécies. É uma opção de passeio relaxante para toda a família.

O local fica na Avenida das Cataratas, 12450 e funciona de terça a domingo das 9h às 16h. O valor do ingresso é de R$60.

Usina Hidrelétrica de Itaipu

Existem alguns tipos de tours disponíveis para quem quer conhecer a maior usina de energia do mundo.

A Visita Panorâmica ao local, onde pode-se apreciar não só a usina como alguns dos mirantes do local, custa R$42 por pessoa.

Já quem deseja conhecer Itaipu Binacional de bicicleta pode optar pelo passeio Itaipu Bike, que passa pelas áreas externas da usina. Ele custa R$38.

O passeio Itaipu Biológico, por sua vez, custa R$30 e é um tour pela unidade de proteção a fauna e flora da região.

Por fim, há ainda a opção de se conhecer o Ecomuseu que fica em Itaipu Binacional. A entrada para o local, que conta um pouco da história desta gigantesca construção, custa R$18.

Vale lembrar que quem mora nas cidades lindeiras ao Lago de Itaipu ou da região trinacional têm isenção ou desconto nos ingressos. Crianças de até 5 anos também não pagam.

Templo Budista

Perto do centro da cidade de Foz do Iguaçu fica o Templo Budista Chen Tien, conhecido como um dos lugares mais bonitos da região.

E quer saber a maior? A entrada no local é gratuita!

Por isso, uma das minhas dicas aqui é aproveitar para fazer uma visita ao local. Com seus jardins e esculturas deslumbrantes, você não com certeza não vai se arrepender.

Marco das Três Fronteiras

A entrada para ver o Marco das Três Fronteiras, para pessoas que não são de Foz do Iguaçu, custa R$34.

No local, além do obelisco que marca o local exato em que Brasil, Argentina e Paraguai se encontram, há toda uma região com uma intensa vida cultural e social.

Quem passeia por lá tem seu entretenimento garantido graças aos shows de rua e representações artísticas dos três países que acontecem por lá.

Quer ver um show de tango argentino ou polca paraguaia? Então você precisa ir para a Tríplice Fronteira. De quebra, você também verá o encontro entre o Rio Iguaçu e o Rio Paraná.

Dreams Park Show

Outro lugar interessante para se visitar em Foz do Iguaçu é o Dreams Park Show.

Lá ficam diversas atrações que alegram pessoas de todas as idades – desde o Vale dos Dinossauros até o Dreams Ice Bar.

O ingresso para cada uma das atrações – Maravilhas do Mundo, Vale dos Dinossauros, Dreams Ice Park, Museu de Cera, Dreams Motor Show e Dino Adventure – custa R$94 cada. Há também a opção de comprar um combo, que custa R$470.

Cada ingresso é válido por um dia inteiro.

E se eu quiser viajar para os países vizinhos?

Um passeio corriqueiro para quem vai para a região de Foz do Iguaçu é dar uma esticadinha e visitar a Puerto Iguazú, na Argentina, ou Ciudad Del Este, no Paraguai.

O grande chamariz para este turismo é o custo-benefício das compras feitas nos outros países. Isso porque, por serem economias dolarizadas, a moeda tanto argentina (peso) quanto paraguaia (guarani) valem menos do que o real.

Outra opção é levar dólares para a região, que são aceitos nos três países. No entanto, essa dica não é muito seguida porque, na maioria das vezes, a cotação do dólar está mais alta do que a das outras moedas locais. No caso, o melhor é investigar quais as cotações disponíveis na véspera de sua viagem.

Quanto se gasta no Paraguai?

Por conta do real ser valorizado em relação à moeda do Paraguai, muitos brasileiros optam por fazer compras no país vizinho. Mas qual será a média de gastos no local?

A verdade é que depende muito do que você deseja comprar no país. Se você está procurando por eletrônicos, por exemplo, se prepare para gastar mais (mas, ainda assim, menos do que seria o valor no Brasil).

Atualmente, é possível fazer compras sem ser taxado por até 500 dólares no Paraguai. Acima disso, será necessário pagar uma taxa aduaneira quando você voltar para o Brasil.

Alimentação em Foz do Iguaçu

Um dos itens que qualquer um que queira viajar deve incluir entre os custos da viagem é o valor da alimentação no local. Mesmo se ficar hospedado em hotéis ou pousadas que incluam refeição, é praticamente impossível visitar uma cidade sem comer pelas ruas do local.

Ainda bem que, como todo lugar muito visitado, Foz do Iguaçu possui uma boa infraestrutura e restaurantes que vão desde os mais simples até aqueles mais chiques e exclusivos.

Melhor custo benefício

Um dos restaurantes com melhor custo benefício em Foz do Iguaçu é o Restaurante Barracão.

Com um buffet a lenha, este estabelecimento serve comidas típicas de todas as regiões do Brasil. O Restaurante Barracão fica na Avenida Silvio Américo Sasdelli, 1010 e funciona todos os dias no horário de almoço, de 11h às 15h.

Ótimo para happy hour

Quem quer explorar um bom happy hour em Foz do Iguaçu, entretanto, deve visitar o Rafain Chopp. Esta choperia, que é uma das mais tradicionais da cidade, é conhecida por sua intensa movimentação noturna. E fique ligado! Vira e mexe os chopps ficam em promoção na hora do happy hour.

Opção luxuosa

Agora, se você quer ir em um restaurante luxuoso em Foz do Iguaçu, minha dica é  Itaipu Restaurant, que fica na Rodovia Br 469, Km 32, s/n, perto do Parque Nacional. O menu do local conta com pratos brasileiros e internacionais, e ele fica dentro do Belmond Hotel das Cataratas. Funciona todos os dias no horário do jantar, de 19h30 às 23h30.

Opções mais em conta

Uma opção para quem quer comer por valores mais em conta é optar por ir até a praça de alimentação dos shoppings da cidade. no Catuaí Palladium Shopping Center, por exemplo, fica o Ice Bar Brasil. Como o nome já indica, ele é um bar de gelo onde a temperatura gira em torno de -10ºC! Que frio, né? Neste dia, não esqueça seu agasalho!

Cafés

E, se o assunto for café da manhã, então você precisa ir ao Delion Café, que fica no centro de Foz do Iguaçu. O endereço completo é Rua Jorge Sanwais, 1137 e o local abre de segunda a sábado a partir das 9h.

Já para curtir cafés mais elaborados e com diferentes tipos de preparo, vá ao Bad Ass Café, na Rua Patrulheiro Venanti Otremba, 439. Este é um estabelecimento conhecido na região por seu visual diferenciado e música ambiente no estilo indie.

Experiência única italiana

Por fim, se você quer viver uma experiência completa em Foz do Iguaçu, e não apenas uma refeição, o seu lugar é a Noite Italiana do Hotel Bella Italiana.

Além de deliciosos pratos da culinária da Itália, o clima europeu fica completo com apresentações de dança e músicas ao vivo típicas da região.

O valor é de R$95 por pessoa e dá direito, além do rodízio de massas, à mesa de frios, saladas e uma diversidade de pratos quentes. A Noite Italiana acontece de terça a sábado de 19h às 23h.

Transporte em Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu possui a infraestrutura de qualquer cidade que recebe muitos turistas. Por isso, na cidade, é possível se locomover tanto de táxi, a pé ou de transporte público, que costuma ser a opção mais barata para quem quer economizar.

Uma boa dica também é alugar um carro, principalmente se quiser visitar os outros países da região. Assim, você terá mais liberdade para pegar seu carro e atravessar a ponte da amizade para um dos países vizinhos, sem se preocupar com horários e roteiros pré-estabelecidos.

Caso você esteja pensando em atravessar a fronteira da Argentina ou do Paraguai de carro, lembre-se que, entre os documentos obrigatórios, estão a Carta Verde, que é um seguro. Ele funciona de maneira semelhante ao nosso DPVAT. Também é necessário levar RG e CNH para fazer a travessia em um automóvel próprio.

Quanto se gasta para ir à Foz do Iguaçu?

O preço final a se pagar para quem vai para Foz do Iguaçu depende muito do tipo de turismo que você quer fazer na região. Um perfil barato pode gastar, para 4 dias, valores em torno de R$2000, contando passagem, hospedagem e alimentação.

Alguém que passará a mesma quantidade de tempo mas fará apenas dois passeios mais caros, deve desembolsar entre R$2700 e R$3000. Já um perfil mais luxuoso que inclui passeio de helicóptero e tours exclusivas não sairá por menos de R$4500.

Faça suas malas!

Ufa! Agora você já sabe quanto custa viajar para Foz do Iguaçu, não é verdade?

Assim, se planejando bem, é possível gastar pouco durante a sua viagem. Além disso, procurar por passagens aéreas com antecedência também é uma ótima dica para quem quer economizar.

Por fim, não poderia deixar de ressaltar a importância de reservar com antecedência os ingressos para as atrações turísticas do local.

Dessa forma, você poderá, muitas vezes, encontrar promoções para curtir cada local a preços melhores! Que delícia, não é mesmo?

Quando voltar de Foz do Iguaçu, me conte se minhas dicas te ajudaram a explorar ao máximo tudo que a cidade tem a oferecer!