Foz do Iguaçu em junho: como aproveitar durante o mês?

Para quem decide visitar Foz do Iguaçu em junho, há várias boas opções de passeios e, o melhor ainda, com pouca gente! Isso porque este mês é considerado de baixa temporada – o que diminui, e muito, a quantidade de pessoas no local.

Com inúmeros tipos de atividades, que agradam desde seus visitantes mais tímidos até os mais festeiros, pode ser complicado traçar um roteiro certeiro para a sua viagem. Afinal, que não quer aproveitar ao máximo o local que irá visitar?

Por isso, selecionei aqui algumas atrações turísticas e passeios imperdíveis para se fazer em junho em Foz do Iguaçu!

Quais opções eu tenho para fazer em junho em Foz do Iguaçu?

Não é só porque Foz do Iguaçu não estará no auge da sua badalação em junho que a cidade é um destino chato neste mês.

Como a região é casa de alguns dos mais conhecidos pontos turísticos do mundo, pode ficar tranquilo que eles ficam abertos durante o ano todo!

Por isso, os visitantes de Foz do Iguaçu poderão aproveitar trilhas na natureza, passeios pelo ecossistema local, comida boa e visitar as Cataratas do Iguaçu.

Além disso, também poderão fazer passeios de barco, tirar fotos e experienciar o lindo pôr do sol da região.

O que fazer em junho em Foz do Iguaçu?

Foz do Iguaçu tem belezas que possuem um charme natural em qualquer época do ano.

Não tem preço ver as cataratas, fazer uma trilha na mata atlântica ou visitar o local onde Brasil, Argentina e Paraguai fazem fronteira – em qualquer época do ano.

1. Visitar o Parque Nacional do Iguaçu

O Parque Nacional do Iguaçu é o destino mais procurado da cidade. Considerado um dos patrimônios da humanidade pela UNESCO, não há quem visite a região e deixe de ir até o local!

Por ser onde ficam as famosas Cataratas do Iguaçu, os visitantes podem escolher entre diversos tipos de passeio para explorar a natureza local.

A diversão é garantida para adultos ou crianças que querem descobrir um pouco mais sobre a biodiversidade da região!

E o melhor: junho é o mês com menos visitantes no local!

Os ingressos podem ser comprados online e variam entre R$50,00 e R$85,00. O parque funciona de terça a domingo, das 8h às 16h na BR 469, Km 18.

2. Faça um passeio de barco pelas Cataratas do Iguaçu

Você já imaginou chegar pertinho de algumas das maiores cataratas do mundo?

Com quedas d’água que variam entre 40 e 83 metros, quem opta por fazer um passeio de barco pelas águas da região não se arrepende.

Hoje, muitos pacotes, como o do Macuco Safari, oferecem esse tipo de experiência. Mas prepare-se para passar o dia todo no local: cada tour tem cerca de 7 horas de duração.

3. Aproveite uma vista panorâmica da região

Outra opção para quem quer aproveitar o cenário de tirar o fôlego de Foz do Iguaçu é fazer um passeio de helicóptero pelas cataratas.

As viagens duram cerca de 10 minutos e saem do Parque Nacional.

Nelas, até 5 pessoas poderão apreciar, juntas, uma visão panorâmica de um dos lugares mais bonitos do mundo!

É possível embarcar em um desses todos os dias, entre 8h30 e 17h.

4. Conheça a Usina Hidrelétrica de Itaipu

Você com certeza já ouviu falar da Usina Hidrelétrica de Itaipu.

Esta é a maior usina geradora de energia do mundo! E fornece energia não só para o Brasil, mas também para a Argentina e Paraguai.

Ao contrário do que muitos podem achar, visitar Itaipu Binacional não é uma boa pedida apenas para engenheiros. Na verdade, qualquer pessoa é capaz de se entreter e encontrar uma atividade para fazer por lá.

É verdade, há a possibilidade de um passeio por dentro da usina, que conquista aqueles que realmente tem interesse na área, mas os visitantes do local também podem ir até o vertedouro ao topo da barragem para ver uma das paisagens mais bonitas da região.

5. Descubra a fauna e a flora de Itaipu

Outra opção para quem for visitar Foz do Iguaçu em junho é aproveitar o passeio para saber mais sobre a fauna e a flora da região.

Para tanto, os visitantes podem optar por passeios como o Itaipu Refúgio Biológico, que saem do Centro de Recepção aos Visitantes de Itaipu Binacional.

Com 2h30 de duração, quem faz esta atividade fará um tour pela unidade de proteção criada no local para conservar a fauna e a flora da região enquanto a usina estava sendo construída.

Gostou? Então fique ligado na programação! Os passeios acontecem de entre quarta e segunda-feira.

6. Veja o pôr do sol no Kattamaram

Um passeio de barco imperdível em Foz do Iguaçu é o Kattamaram.

As embarcações Kattamaram I e II possuem diversas opções de horários, duração e tipos de pacotes (com ou sem alimentação inclusa).

Entretanto, ressaltamos aqui o passeio no Kattamaram II que acontece às 17h, pois nele é possível ver o pôr do sol lindíssimo do lago Itaipu.

Com duração de duas horas, fotos e memórias lindas estão garantidas!

As embarcações saem do Porto Kattamaram e custam cerca de R$180,00 (ou R$90,00 a meia entrada) neste horário, com refeição inclusa.

Só fique atento à chegada até o local! É necessário reservar pelo menos 1h para se deslocar tranquilamente do Centro de Visitantes da Usina Hidrelétrica de Itaipu até o Porto.

7. Visite a tríplice fronteira

Se você for a Foz do Iguaçu em junho, então você simplesmente precisa visitar o Marco das Três Fronteiras, que sinaliza o encontro dos territórios do Brasil, Argentina e Paraguai.

Além do monumento deslumbrante que marca o local exato da fronteira, toda a região possui uma vida social animada, onde é possível assistir shows de danças e outras demonstrações culturais de cada um dos países.

Aliás, além de demarcar as fronteiras, é possível ainda ver o local de encontro entre o Rio Iguaçu e o Rio Paraná.

Imperdível, não é verdade?

8. Vá até os países vizinhos

Já que você chegou até o Marco das Três Fronteiras, por que não aproveitar para dar uma esticadinha pelos outros países?

Você pode visitar a Ciudad Del Este, no lado paraguaio da fronteira, para fazer boas compras. Nesse caso, é preciso se lembrar de levar dólares ou guaranis para poder comprar no país!

Já no território argentino, os turistas poderão disfrutar a cidade de Puerto Iguazú, que também é dona de parte das cataratas da região.

É possível se visitar o lado argentino do Parque Nacional, que também garante cenários impressionantes.

O país aceita dólar ou peso na hora de pagar por algo.

Um ponto importantíssimo e que não pode ser esquecido é que, quem deseja atravessar as fronteiras, precisa estar portando algum documento de identificação oficial, como RG ou CPF.

Para aqueles que vão de carro, é necessário também apresentar CNH e o Seguro Obrigatório Carta Verde.

Como é o clima local em junho?

Por ficar na região sul, faz frio em Foz do Iguaçu entre os meses de junho a agosto. Nesta época, as temperaturas ficam em torno de 15ºC.

Em contrapartida, as chances de chuva são muito menores na região durante o período.

Ao contrário do que acontece em parte do país, no inverno, não costuma chover muito em Foz do Iguaçu.

Então, o que você está esperando para fazer as suas malas e partir para Foz do Iguaçu em junho?

O que levar para Foz do Iguaçu em junho?

Quem tem que viajar em junho precisa ter certeza de que está levando nas malas os itens necessários para passar confortavelmente o mês.

Pensando nisso, separei algumas dicas essenciais na hora de arrumar sua mala!

Roupas

Você deve escolher os números de peças que deve levar em sua viagem a partir da quantidade de dias que ficará na cidade.

Uma boa dica é levar itens neutros e que combinem entre si. Dessa forma, você não precisará carregar uma mala cheia de looks inéditos e poderá usar diversos modelos com variações diferentes das mesmas peças.

Leve, ainda, uma boa legging e roupas de ginástica, para poder aproveitar as trilhas do local.

Não se esqueça também de um bom tênis esportivo, para fazer essas atividades. Ah, e não se esqueça das meias!

Além disso, é uma boa ideia levar uma bota ou sapato fechado social, para quando for passear pela cidade ou ir a algum restaurante.

Por fim, não se esqueça de levar um bom casaco! Por conta das baixas temperaturas, um sobretudo ou um casaco de boa qualidade são imprescindíveis.

Apesar de não chover muito na região no mês de junho, é essencial levar uma boa capa de chuva, já que você com certeza se molhará durante sua visita às cataratas da região, que têm quedas d’água muito potentes.

Cuidados e beleza

Leve mini versões de shampoos, condicionadores e cremes dentais. Por mais que os hotéis costumem oferecer estes itens, é sempre bom ter um disponível para não ser pego de surpresa.

Indico também que leve uma versão mini de um hidratante de sua preferência. Por conta do tempo seco e frio, você me agradecerá quando abrir a sua bolsa e perceber que tem um pouco de hidratante para passar nas mãos e nos braços.

Finalmente, leve também protetor solar! Pode parecer estranho, mas os raios UV não nos deixam só porque está frio. Como muitos passeios em Foz do Iguaçu acontecem ao ar livre e durante o dia inteiro, é importante sempre passar o protetor.

Aparelhos eletrônicos

Hoje em dia, ninguém vive sem o seu celular. Por isso, não se esqueça de levar todos os aparelhos eletrônicos que usa, desde celulares até uma boa câmera fotográfica (se for o seu caso).

Também não se esqueça de levar todos os fios e baterias necessárias para o bom funcionamento de cada produto.

Onde comer em junho em Foz do Iguaçu?

Além de linda, a região de Foz do Iguaçu possui uma variedade gastronômica maravilhosa.

Por ficar em uma região fronteiriça, a comida servida na cidade agrada à gregos e troianos – ou melhor, à argentinos, paraguaios e brasileiros.

E não é só de churrasco que vive o visitante de Foz do Iguaçu! A cidade ainda carrega uma grande tradição na gastronomia italiana, com diversas Trattorias e outros restaurantes especializados na comida do país europeu.

Essa também pode ser a sua oportunidade para comer pratos da cozinha latino-americana, já pensou nisso? A chipa argentina e a sopa paraguaia estão presentes em toda a cidade.

Para a chipa, uma boa opção é o restaurante KMG Foods, que fica na Rua Palestra Itália, 1733. O estabelecimento abre de segunda a sexta das 7h30 às 17h, e aos sábados as 7h30 às 11h30,

Já a sopa paraguaia na verdade é um bolinho! Além de ser encontrada na Ciudad Del Este, ela já está presente em diversos restaurantes e até mesmo supermercados de Foz do Iguaçu.

Gosta de um cafezinho? Então Foz do Iguaçu também não te deixará na mão! Aproveite as baixas temperaturas desta época do ano para se aquecer com um bom café no Bad Ass Coffee, que oferece uma vasta cartela de cafés com diversos tipos de preparo.

E o que era bom ficou ainda melhor. Como junho é baixa temporada, os estabelecimentos costumam estar bem menos cheios nesta época do ano!

Por que viajar para Foz do Iguaçu em junho?

Além da cidade estar mais tranquila pela menor quantidade de turistas, viajar em baixa temporada traz diversos benefícios adicionais para seus visitantes.

Entre eles, podemos citar o custo mais barato de passagens para a região.

Uma vez que a demanda é muito menor, quem escolhe viajar para Foz em junho consegue pagar preços bem menores para a deslocação até a cidade.

Outro ponto positivo dos que visitam Foz do Iguaçu em junho é que as estadias também estarão mais baratas.

Seguindo a mesma lei de oferta e procura, além de economizar na passagem, turistas também gastarão bem menos do que ao se hospedar na cidade durante a alta temporada.

Foz do Iguaçu é uma cidade linda de se visitar em qualquer época do ano. Em junho, então, tudo se torna ainda melhor pois todos os pontos turísticos estão menos cheios e os restaurantes têm mais espaço livres.

E aí, depois de todas essas dicas, você está esperando o que para ir para Foz do Iguaçu em junho?