Os 8 Melhores Pontos Turísticos Gratuitos em Foz do Iguaçu

Evidentemente, todo mundo aprecia conhecer novos locais, não é mesmo? Com a finalidade de realizar esse desejo, conhecer os pontos turísticos gratuitos em Foz do Iguaçu representa a oportunidade de descobrir novos ares e adquirir preciosas recordações.

Ainda assim, ao percorrer os passeios gratuitos em Foz do Iguaçu, você experimentará coisas novas. É natural desejar “variar” um pouco, incrementando a sua bagagem e as suas avaliações.

Contudo, dispor de uma ampla gama de opções em seu roteiro de viagem é algo excelente, principalmente, quando é possível realizar passeios gratuitos em Foz do Iguaçu. O que não falta é espaço disponível para tanto!

Por outro lado, realizando passeios gratuitos em Foz do Iguaçu, além de não pagar entrada, será possível se divertir bastante. Pensando nisso, apresentamos, ao longo deste artigo, as principais opções para efetuar passeios gratuitos em Foz do Iguaçu. Boa leitura!

Quais são os Melhores Pontos Turísticos Gratuitos em Foz do Iguaçu?

Lembrando sempre que não é uma lista com “melhor” ou “pior”. Apenas elencamos as opções gratuitas para curtir na cidade.

1. Calçadão da Avenida Paraná

Dentre os passeios gratuitos em Foz do Iguaçu, o Calçadão da Avenida Paraná é um espaço que merece especial destaque. Na realidade, quem anda pelo centro da cidade de Foz do Iguaçu já conhece essa atração.

Logo após chegar ao local, você notará que, diferentemente de outros passeios gratuitos em Foz do Iguaçu, o ambiente é frequentado pelos moradores de Foz do Iguaçu. Além disso, há os visitantes, que desejam realizar brincadeiras ao ar livre, praticar esportes, caminhadas, exercícios etc.

No entanto, muitas pessoas aproveitam, pelas manhãs, a chamada “trilha vermelha”, caminhando grandes distâncias em um dos mais interessantes passeios gratuitos no centro Foz do Iguaçu.

Antes de mais nada, até mesmo os turistas atraídos pelas célebres cataratas do Iguaçu aproveitam os passeios gratuitos em Foz do Iguaçu.

E, no Calçadão da Avenida Paraná, se exercitam nos equipamentos físicos, jogam nas quadras de basquete e futebol, brincam no parquinho colorido, aproveitam a arquitetura local e/ou descansam junto aos quiosques e bancos.

Tanto quanto os turistas interessados no Marco das Três Fronteiras ou nas cataratas do Iguaçu, os visitantes do Shopping JL – um dos principais de Foz do Iguaçu – também aproveitam os atrativos do Calçadão Avenida Paraná.

Após visitar pontos interessantes em Foz do Iguaçu, tais como o Templo Budista e o Marco das Três Fronteiras, não deixe de visitar o ambiente aprazível proporcionado pelo calçadão de uma das mais belas avenidas de Foz do Iguaçu.

2. Marco das Três Fronteiras

Posto que o Marco das Três Fronteiras é um ponto bastante conhecido em Foz do Iguaçu, nossa sugestão é que você o conheça do lado argentino. Todos os 3 obeliscos presentes em cada um dos marcos trazem a cor de suas respectivas bandeiras nacionais.

Enquanto os pequenos chafarizes no chão deixam a experiência ainda mais interessante, o efeito obtido durante o pôr do sol é ainda mais impressionante. Ademais, no marco argentino é possível visualizar os outros marcos do Paraguai e do Brasil, na tríplice fronteira.

Assim como a Mesquita Omar Ibn e o Templo Budista, esse é um dos passeios gratuitos de Foz do Iguaçu que muitos turistas deixam de aproveitar e, assim, perdem também, a vista do rio.

Igualmente, este é um excelente passeio para quem se hospeda em Foz do Iguaçu e deseja conhecer a tríplice fronteira. Para não se perder, anote aí: a atração fica na Avenida Rio Iguazu y Tres Fronteras, na cidade de Puerto Iguazú, Argentina.

3. Duty Free Shop

Situado na fronteira entre Foz do Iguaçu e o território argentino, em Puerto Iguazú, é um grande shopping repleto de produtos importados. Assim, lá você encontrará itens para casa e design, artigos de viagem, jogos, cosméticos, eletrônicos, bebidas, artigos esportivos, modas e acessórios, perfumaria.

O local é bastante conhecido pelos moradores de Foz do Iguaçu, além de ser muito procurando pelos turistas que visitam Foz do Iguaçu.

Muitas pessoas aproveitam sua estadia em Foz do Iguaçu para visitar grandes centros comerciais, tais como a paraguaia Ciudad Del Este e locais religiosos e culturais como o Templo Budista, a Mesquita Omar Ibn, a Praça da Paz e o Parque Nacional do Iguaçu.

Decoração temática e fotos originais

Embora seja um dos melhores estabelecimentos comerciais da América Latina, o Duty Free Shopping não é visitado exclusivamente por quem sai de Foz do Iguaçu para comprar. Muitos turistas apenas o visitam para conhecer a impactante decoração temática e tirar lindas fotos, à medida que a entrada do passeio é gratuita.

De acordo com as necessidades dos visitantes de Foz do Iguaçu, há empresas que fazem o transporte até o local. Assim como em outros destinos na América Latina, você não precisa portar todos os seus documentos. Um bom exemplo disso é a possibilidade de sair de Foz do Iguaçu com os filhos sem, necessariamente, estar com os 2 pais.

Em resumo, muitos visitantes de Foz do Iguaçu estão habituados ao caminho para chegar em Ciudad Del Este, no Paraguai. Porém, para chegar no Duty Free, um dos melhores shoppings da América Latina, você deve ir à Ruta Nacional, N 3379, cidade de Puerto Iguazú, Argentina.

Nestes tempos de pandemia, no entanto, ao sair de Foz do Iguaçu para ir à Ciudad Del Este, ao Templo Budista ou ao Duty Free Shop, fique atento aos horários de funcionamento, pois os estabelecimentos podem estar fechados. Logo, verifique com o máximo de antecedência possível.

4. Cognópolis

Em Foz do Iguaçu, o bairro de Cognópolis foi criado em 2009.

Ao realizar passeios pelo local, você estará em um ambiente dotado de sete milhões de m². De acordo com o planejamento da cidade de Foz do Iguaçu, desse total, quase dois milhões de m² são usados por 35 laboratórios, 11 condomínios residenciais e 24 instituições.

Em resumo, além da beleza arquitetônica deste bairro de Foz do Iguaçu, seus passeios serão brindados por profundas experiências de conscienciologia, saber e conhecimento, permitindo aprender muitas coisas na visita à região.

Coscienciologia e Tertuliarum

Certamente, você incluirá em seus passeios uma visita ao CEAEC – Centro de Altos Estudos em Conscienciologia, na Rua da Cosmoética, 1635. A instituição faz com que os passeios sejam atraídos para um enorme centro global de conhecimentos. Há quase mil voluntários que trabalham para redigir uma das maiores enciclopédias coletivas do mundo.

Atividades de conhecimento, aliás, como as que você pode realizar, também, no Templo Budista, são um dos principais atrativos a tantos visitantes e pesquisadores. Um dos lugares mais instigantes é o Tertuliarum – um plenário circular onde ocorre discussões e conversas acerca da consciência e de suas manifestações.

A saber, outro local que vale a pena conhecer no CEAEC é a chamada “Aleia dos Gênios”. É um percurso ladeado por bustos que representam figuras históricas vinculadas ao mundo da ciência e do conhecimento.

Além disso, conheça, também, um dos maiores acervos mundiais de obras sobre o parapsiquismo, com trezentas coleções e uma enorme gibiteca localizada no chamado “Holociclo”.

5. Zoológico Bosque Guarani

Este zoológico fica nas proximidades do excelente hotel Tarobá (do grupo Tarobá). Desse modo, é um passeio bastante leve, refrescante e altamente recomendável para quem aprecia árvores e plantas.

Sob o mesmo ponto de vista, o local é indicado para visitações familiares, contando com diversos animais que foram alvo de resgastes e continuam sendo protegidos pelo Zoológico Bosque Guarani.

O famoso letreiro em Foz do Iguaçu

Em seu interior, as crianças podem realizar passeios espontâneos, deixando os pais despreocupados. Bem perto ao Zoológico Bosque Guarani há o célebre e criativo letreiro que todas as cidades turísticas têm.

Esse letreiro – gravado em letras coloridas – propicia uma ótima oportunidade para tirar fotos enquanto interage com a placa cuja inscrição diz: “Eu amo Foz do Iguaçu”. Ademais, se você estiver hospedado no hotel Tarobá, ir ao Zoológico Bosque Guarani (que fica na mesma rua) é praticamente “obrigatório”.

Afinal, é muito provável que, a partir de sua estadia no local, você gostará muito de conhecer esse zoológico, pois, ele fica tão perto que é possível se dirigir até lá por meio de uma agradável – e curta – caminhada.

Primeiramente, você encontrará, no zoológico, belezas animais como gralhas, sabiás, cisnes, tucanos, araras, macacos, onças, dentre outros, divididos em mais de vinte áreas de distribuição, incluindo lagos, cercados e jaulas pelas regiões de passeio do Zoológico Bosque Guarani.

Anteriormente à observação dos animais, caso prefira, você poderá visualizar, neste espaço, o esplendor natural, com a vegetação e as plantas do local. Todo o passeio tem uma duração de cerca de uma hora de caminhada.

A atração é uma área verde muito popular cidade, proporcionando muito lazer e momentos de descontração para toda a família. Para chegar ao Zoológico Bosque Guarani você deve ir à Rua Tarobá 875, no centro de Foz do Iguaçu.

6. Templo Budista

Para chegar ao Templo Budista, você pode utilizar o Terminal de Transporte Urbano e chegar ao endereço do Templo, na Rua Dr Josivalter Vila Nova 99. Da mesma forma, o local é um atrativo fantástico para quem se interessa por aprender mais sobre cultura e diversidade.

Com o propósito de conhecer esse aspecto da cidade, a visita à mesquita islâmica e ao Templo Budista não podem ficar de fora do seu itinerário. Este espaço foi construído em 1996, conferindo uma visão panorâmica de Foz do Iguaçu.

Para conhecer o templo, não é necessário fazer reservas. Assim, é mais fácil visitar o local que, inclusive, está situado em um dos pontos mais altos da cidade e permite conhecer melhor a comunidade chinesa que se estabeleceu em Foz do Iguaçu.

Uma experiência cultural incrível!

Ainda que você seja adepto de outra religião, é recomendável encarar o passeio como uma experiência cultural, deixando quaisquer reservas dessa natureza de lado. Por fim, você apreciará mais de cem estátuas espalhadas pelos jardins do templo, como a famosa escultura – de sete metros de altura – do Buda Maitreva.

Similarmente, não é preciso fazer reservas prévias para, por exemplo, tirar grandes fotos, apreciando a paz propiciada por este ambiente que foi edificado por integrantes brasileiros, paraguaios e argentinos.

Pois, o Templo Budista da Rua Dr Josivalter Vila nova 99, você encontrará o segundo maior da América Latina, com uma bela arquitetura, principalmente, no templo central. Vale destacar que a vista privilegiada permite a observação das cidades de Foz do Iguaçu e Ciudad Del Este.

Nesse sentido, como o lugar é bem harmônico e tranquilo, é imprescindível que os turistas se lembrem de respeitar o templo por sua relevância religiosa, aproveitando bem essa atração para curtir com a sua família e, evidentemente, registrar todos os momentos especiais.

7. Gramadão da Vila

O Gramadão da Vila é muito movimentado, sendo majoritariamente frequentado aos finais de semana. Neste imenso parque foi recentemente instalado uma fascinante concha acústica, propiciando a reunião de pessoas de todos os cantos da cidade para aproveitar a tarde e tomar tererê gelado.

Para as crianças, os atrativos representados pela possibilidade de brincar ao ar livre são formidáveis. Precipuamente, há um grande palco no qual ocorrem diversas apresentações – com artistas do Brasil e de outros países – promovidas pela fundação cultural mantida pela Itaipu Binacional e entidades beneficentes.

É provável que muitas das pessoas que você encontrar por lá tenham vindo diretamente da fronteira com o Paraguai ou com a Argentina. Isso significa que fazer novos amigos com culturas diferentes é outro dos atrativos do Gramadão.

Isto é, como se não bastassem tantos atrativos, o local também oferece ao público academia ao ar livre. Dessa forma, todos – sejam habitantes locais, turistas brasileiros ou que tenham atravessado a fronteira – podem se divertir e praticar exercícios físicos.

Ao passo que a oportunidade de curtir tantos atrativos de graça é um fator de atração importante, inclusive para quem vem da fronteira.

Piquenique em um local memorável

A princípio, é altamente recomendável preparar uma manta bem quente para colocar na grama, levando uma cesta com bebidas e alimentos, como o tradicional doce de leite. Um piquenique no local é uma boa programação para ficar tranquilo ao ar livre.

Como em toda viagem é natural que seja necessário investir alguma quantia, pode contar com um ponto turístico de graça é muito vantajoso. No local, você pode praticar esportes, caminhadas, andar de bicicleta, jogar futebol, brincar com os filhos, promover piqueniques em família, dentre outras atividades prazerosas.

8. Mesquita Omar Ibn Khatab

Esta mesquita fica no endereço Rua Meca 599. O lugar é um verdadeiro símbolo dos ensinamentos, costumes e culturas árabes, sendo muito respeitada em Foz do Iguaçu. As dicas para compreender isso residem no fato de que, durante a construção da barragem de Itaipu, a população da cidade cresceu constantemente por mais de uma década.

Apesar das dificuldades do período, o comércio de Ciudad Del Este também aumentou, trazendo esta cidade para um novo lugar em termos econômicos. A elevação das atividades comerciais na Vila Portes – próxima à Ponte da Amizade – são outras dicas importantes para entendermos o desenvolvimento do lugar que fica no endereço Rua Meca 599.

Muitas lojas foram abertas na região. A maioria dos estabelecimentos do lugar eram propriedades de famílias árabes. Dentre as dicas apresentadas, essa é a principal forma de explicação para a consolidação da cultura árabe na cidade, acompanhando o crescimento populacional e o desenvolvimento das informações.

Tudo na estrutura da mesquita é destinada às formas devocionais dos povos árabes da região. Ao mesmo tempo que o ambiente religioso tem muito a ensinar sobre seus costumes e culturas, o interior apresenta texturas em arabescos nos mais distintos tons de azul, bem como uma cúpula de 400m².

No momento em que adentrar o recinto, você ainda não terá visto tudo: do lado de fora, há pinturas em branco com diferentes cores nas portas e torres que excedem os quinze metros de altura – as mais altas e belas da região.

As atrações da mesquita estão abertas à visitação, propiciando algo raro em qualquer região do Brasil – aprender de perto sobre uma das 3 maiores religiões de todo o mundo.